Brasileiro é preso na Espanha por promover pornografia infantil

Suspeito ficará preso em Contagem (MG)

Suspeito ficará preso em Contagem (MG)
Divulgação / PF

Foi preso em Gijón, na Espanha, um brasileiro procurado pela Interpol suspeito de promover pornografia infantil na internet. Ele foi extraditado para o Brasil, na manhã deste sábado (12).

De acordo com a PF (Polícia Federal), o homem de 26 anos era investigado por compartilhar imagens de crianças e jovens na rede mundial de computadores.

O suspeito morava no Brasil quando as investigações foram iniciadas. Segundo a PF, em 2018, no decorrer da apuração, ele se mudou de Minas Gerais para a Espanha e pediu asilo no país europeu.

O nome do preso, que teve a identidade preservada, foi incluído na lista de difusão vermelha internacional da Interpol após a Justiça mineira expedir um mandado de prisão contra ele.

Após a medida, o investigado foi encontrado pela polícia espanhola na cidade de Gijón, na província de Astúrias, onde foi detido e enviado de volta ao Brasil. O homem desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, acompanhado pela Polícia Federal, nesta manhã.

Ele será enviado à Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, onde vai ficar à disposição da Justiça. A reportagem tenta contato com a defesa do suspeito.

You may have missed

3 min read
2 min read
4 min read
2 min read