Cidade chinesa fará testes em massa após detectar 5 novos casos

Chengdu vai fazer testes em massa após novos casos

Chengdu vai fazer testes em massa após novos casos

Wikimedia Commons

A cidade de Chengdu, na China, anunciou que realizará testes em massa do novo coronavírus, depois que pelo menos cinco novos casos, cuja origem ainda é desconhecida, foram detectados em um distrito, informou nesta terça-feira (8) a imprensa oficial.

Chengdu, capital da província central de Sichuan, detectou ontem dois casos na zona de Pidu, um casal cuja casa, segundo os resultados das amostras recolhidas pelas equipas locais de gestão da pandemia, estava “gravemente contaminada” pelo vírus, presente em lugares como uma maçaneta ou em alimentos armazenados na geladeira.

Hoje, as autoridades da província notificaram três novos casos: um é da neta do casal, enquanto os outros dois vivem na mesma região que eles.

Estes são os primeiros casos de contágio local detectados na cidade desde março, razão pela qual o governo anunciou o acionamento do estado de alarme reservado para tempos de guerra.

O prefeito de Chengdu, Wang Fengchao, ordenou que o teste para o coronavírus fosse estendido a todas as áreas do distrito de Pidu, onde reside um milhão de pessoas, para “garantir que não haja omissão (na detecção de novos casos)”.

Medidas de restrição

Todas as instituições educacionais do distrito suspenderam suas aulas a partir de hoje, e o acesso ao hospital onde os infectados estão recebendo tratamento foi fechado.

Além disso, o nível de risco do complexo residencial onde vivem os dois primeiros infectados passou de baixo para médio e foi divulgada a lista de áreas e estabelecimentos visitados nos últimos 14 dias por sua neta, incluindo um salão de beleza, um parque, restaurantes e discotecas.

De acordo com a Comissão Provincial de Saúde de Sichuan, até agora foram identificados 46 contatos próximos de pessoas infectadas e quase 25 mil testes já foram realizados em moradores da região.

You may have missed

3 min read
2 min read
4 min read
2 min read