Covid-19: 4,4% da população de Wuhan tem anticorpos

A província de Hubei, cuja capital é Wuhan, tem o maior número de casos da China

A província de Hubei, cuja capital é Wuhan, tem o maior número de casos da China
cnsphoto via REUTERS – 30.4.2020

Um estudo divulgado nesta segunda-feira (28) pelo Centro de Controle de Doenças da China (CDC) apontou que 4,4% da população de Wuhan, onde acredita-se que tenha surgido o novo coronavírus, apresenta anticorpos para o patógeno.

A análise de soroprevalência foi realizada a partir de amostras coletadas de 34 mil pessoas na cidade, que é capital da província de Hubei, e em outras seis regiões que, combinadas, somam mais de 341 milhões de habitantes, entre elas, Pequim, Xangai e Guangzhou.

Leia também: Pfizer diz ter solucionado problema que atrasou vacinas na UE

Em Wuhan, a taxa de pessoas que apresentaram anticorpos foi de 4,4%, enquanto no restante de Hubei o indicador despencou para 0,44%, apesar de se tratar da província com maior número de casos na China desde o início da pandemia.

No restante das áreas analisadas, das 12 mil pessoas que foram submetidas aos testes sorológicos, só foram encontradas defesas contra o novo coronavírus em duas.

O estudo também indica que as pessoas de meia-idade e idosas apresentam defesas imunológicas com mais freqüência do que as de outros grupos.

“Os resultados da pesquisa mostram que o nível de infecção entre a população da China é baixo, indicando que o controle da pandemia, com Wuhan como a principal frente, tem sido bem sucedido e tem efetivamente evitado a propagação em larga escala”, indicou o CDC, por meio de nota publicada na rede social WeChat.

O órgão destaca que este tipo de estudos também foi utilizado para conhecer o alcance das infecções em outros países, como a Espanha, onde a última pesquisa de soroprevalência indica que 9,9% dos cidadãos apresentam anticorpos contra o SARS-CoV-2.

Apesar de alguns surtos esporádicos – que aumentaram nas últimas semanas – a China tem tido a pandemia praticamente sob controle durante meses, sem registro de mortes desde meados de maio.

De acordo com os dados oficiais, desde o início da propagação do novo coronavírus, foram detectados quase 87 mil casos de infecção, em estatística que não inclui os assintomáticos, e notificados 4.634 óbitos.

You may have missed

8 min read
2 min read
5 min read
5 min read