• Qua. Nov 25th, 2020

Enem: Treineiros dão dicas de como tirar nota mil na redação

ByKarla Dunder, do R7

Out 24, 2020
Beatriz: "é preciso conhecer as armas do inimigo, o corretor da redação"

Beatriz: “é preciso conhecer as armas do inimigo, o corretor da redação”
Arquivo Pessoal

Beatriz Maués da Silva mora em Abaetetuba, no Pará. Pedro Lucas Formiga de Almeida vive em Pombal, na Paraíba. Em comum, o fato de os dois estarem cursando o terceiro ano do ensino médio e terem tirado nota próxima a mil na redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Os jovens, que fizeram a prova como treineiros, dão algumas dicas para quem fará o exame neste ano e quer tirar a redação de letra.

Leia mais: Vale até cronômetro para planejar a redação do Enem

Beatriz, que pretende cursar a faculdade de engenharia, destaca que o estudante precisa “aprender a pensar”. Para ela, não basta apenas ter o domínio da língua portuguesa, “você precisa ter referências.”

“Ler textos, livros, jornais, acompanhar séries e ver filmes ajudam e muito a escrever o texto”, explica. “Gosto muito de séries históricas, também é importante ter em mente dados e estatísticas para usar no texto.”

A redação do Enem é sempre dissertativa argumentativa, os estudantes devem escrever um texto de até 30 linhas com base no tema. O Enem costuma partir de um problema, uma questão social para que o estudante desenvolva o seu ponto de vista. Para ajudar os candidatos, o Enem sempre coloca uma coletânea de textos, que oferecem mais informações e dados sobre o assunto. 

A jovem, além das rotina do colégio, dedica pelo menos de 5 a 6 horas de estudo para o Enem. Ela também faz de duas a três redações por semana para treinar e analisar quais são os pontos fracos para melhorar.

“É preciso dominar as cinco competências exigidas no exame”, diz. “A gente precisa conhecer as armas do inimigo, no caso, o corretor.”

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), responsável pelo Enem, utiliza, como critérios para a correção da redação, cinco competências utilizadas pelo corretor para atribuir um nível conhecimento de 0 a 200 para compor a nota final. Na redação, o estudante precisa demonstrar:

– Domínio da norma-padrão da língua escrita;
– Compreensão do tema;
– Organização das informações e argumentos;
– Correta aplicação da lógica;
– Apresentar uma proposta de intervenção para o problema.

“O texto deve começar com uma introdução ao tema com a proposta de intervenção, os argumentos devem ser construídos com base em informações e dados, que justifiquem e demonstrem como resolver o problema”, explica Bianka de Andrade Silva, Gerente de Avaliação e Produtos Digitais do SAE Digital.

Pedro: seguir roteiro é fundamental

Pedro: seguir roteiro é fundamental
Arquivo Pessoal

Pedro segue o roteiro a risca. “Cada um vai dar a sua cara para a redação, mas seguir essa estrutura é importante para conseguir uma boa nota e dominar as competências exigidas”, diz. 

“Costumo ler as redação que tiveram nota mil e releio os textos que produzi ao longo do ano para perceber onde errei, quais são os pontos fracos, o que preciso melhorar.”

CURSO HOTMART
ENVIAR