Ex-ministro Jorge Rodríguez assume o Parlamento da Venezuela

Jorge Rodríguez assumiu a presidência do parlamento nesta terça-feira (5)

Jorge Rodríguez assumiu a presidência do parlamento nesta terça-feira (5)
Flickr

O ex-ministro Jorge Rodríguez, de 55 anos, assumiu nesta terça-feira (5) a presidência da Assembleia Nacional, o parlamento da Venezuela, com o apoio dos deputados governistas, que recuperaram o controle da casa após vencerem as eleições legislativas de 6 de dezembro.

Leia também: Venezuela: Entenda o que muda após Maduro conquistar o legislativo

A ex-ministra Iris Varela e o simpatizante do chavismo Didalco Bolívar, um ex-líder do estado de Aragua, também se juntaram a Rodríguez na direção do parlamento.

Estas mudanças eram esperadas desde ontem, quando o segundo principal dirigente chaviste, Diosdado Cabello, anunciou que indicaria Rodríguez para o cargo. Além de psiquiatra e experiente político, o ex-miinistro é irmão da atual vice-presidente do país, Delcy Rodríguez.

A indicação de Cabello não recebeu uma contraproposta, mas o opositor José Gregorio Correa lamentou que os três líderes apontados para o parlamento fossem todos partidários do governo de Nicolás Maduro.

“Com essa forma de agir não concordamos. Condenamos e nos opomos a esse comportamento excludente, porque não representa a realidade do país. Esta fração de unidade da Aliança Democrática não concorda com essa proposta”, disse ele.

Após terem sido selecionados pelos 256 deputados chavistas de um total de 277 parlamentares, Rodríguez, Varela e Bolívar agradeceram o voto de confiança.

“Jorge, venha e tome o seu lugar”, disse o diretor do debates da sessão, o chavista Fernando Soto Rojas.

Como parte do protocolo, quatro representantes do “povo” venezuelano empossaram Rodríguez, que depois fez o mesmo com Varela e Bolívar, que prometeram “estar à altura” de seus respectivos cargos.

You may have missed

3 min read
2 min read
4 min read
2 min read