Inglaterra exigirá teste negativo de covid-19 de viajantes do exterior

Medida passa a valer a partir da semana que vem

Medida passa a valer a partir da semana que vem
Freepik

Todas as pessoas procedentes do exterior que quiserem entrar na Inglaterra, inclusive cidadãos britânicos, deverão apresentar a partir da semana que vem um teste negativo de covid-19, anunciou o governo nesta sexta-feira (8).

O teste, que a Escócia também deverá cobrar em breve, já é exigido por outros países como tentativa de frear a pandemia.

Segundo o ministro do Transporte britânico, Grant Shapps, todos os passageiros deverão apresentar um teste negativo, que deverá ser feito até 72 horas antes da viagem. Caso contrário, precisarão pagar uma multa de £$ 500 (R$ 3.630).

Os condutores dos transportes, crianças menores de 11 anos e a tripulação procedente de países que não tenham infraestrutura para a realização dos testes de covid-19 estarão isentas desta regulação.

O governo britânico informou que trabalha com as autoridades de País de Gales e Irlanda do Norte para aplicar a medida, enquanto o governo escocês disse que também espera adotar o procedimento, embora a Escocia já mantenha a ilegalidade de viagens não essenciais.

Há algumas semanas, o governo suspendeu os voos diretos da África do Sul devido à identificação de uma nova variante do coronavírus que poderia ser mais contagiosa que a detectada no ano passado, no sudeste da Inglaterra.

“Já temos medidas significativas para prevenir casos importados de covid-19, mas, com as novas cepas que aparecem internacionalmente, temos que tomar mais precauções”, argumentou Shapps em comunicado.

De acordo com os dados oficiais, o Reino Unido registrou nas últimas 24 horas 1.162 novas mortes pela doença, mantendo a tendência de alta dos últimos dias. Desde o início da pandemia, o território britânico acumula 78.508 mortes entre 2.889.419 casos da doença.

You may have missed

8 min read
2 min read
5 min read
5 min read