Pequim vacina milhares de pessoas por dia de olho no Ano Novo chinês

China planeja vacinar 50 milhões de pessoas até 12 de fevereiro

China planeja vacinar 50 milhões de pessoas até 12 de fevereiro
Thomas Peter/Reuters – 29.12.2020

A China está vacinando milhares de pessoas diariamente para cumprir a meta de completar a inoculação de pessoas com alto risco de infecção por covid-19 antes do início do feriado do Ano Novo chinês, no dia 12 de fevereiro.

O plano é vacinar 50 milhões de pessoas antes do que é considerado a maior migração humana anual do mundo, que ocorre durante este feriado, informou em meados de dezembro o jornal de Hong Kong, “South China Morning Post” e posteriormente confirmou o jornal oficial “Global Times”.

Pequim, foco de um dos pequenos surtos que estão aumentando no país nos últimos meses, já administrou a vacina a mais de 73,5 mil pessoas desde o início da campanha de inoculação em massa, no dia 1º de janeiro, segundo a agência estatal “Xinhua”.

O processo, que é realizado em 220 centros da capital, dura cerca de 50 minutos, dos quais 30 são dedicados à “observação médica” após a injeção.

Nessas instalações, respiradores artificiais, desfibriladores ou ambulâncias foram implantados no caso de uma reação adversa grave.

De acordo com as autoridades de saúde do país, apenas duas pessoas em cada milhão que receberam a vacina apresentaram sintomas graves, como alergias.

Em algumas áreas, a temperatura corporal e a saúde geral dos vacinados estão sendo monitoradas por sete dias.

Na província de Shandong, mais de 217 mil doses – duas por pessoas – foram inoculadas, e na região norte da Mongólia Interior, cerca de meio milhão de pessoas devem ser vacinadas antes de 5 de fevereiro.

A China aprovou a vacinação para casos de “emergência” em junho de 2020. E de acordo com a Comissão Nacional de Saúde, até o final do ano passado, quatro milhões e meio de doses haviam sido distribuídas dentro desses programas de vacinação para grupos de risco, o que mostraria que os soros chineses “são seguros”.

You may have missed

3 min read
2 min read
4 min read
2 min read