Presidente francês Emmanuel Macron testa positivo para Covid-19

O presidente da França, Emmanuel Macron, testou positivo para o novo coronavírus e permanecerá isolado por uma semana, anunciou nesta quinta-feira, 17, o Palácio do Eliseu, sede da Presidência.

O chefe de Estado foi submetido ao teste PCR “quando surgiram os primeiros sintomas e permanecerá isolado por sete dias, mas continuará trabalhando e fazendo tarefas a distância”, afirmou a Presidência em um comunicado.

Ao mesmo tempo, o gabinete do primeiro-ministro, Jean Castex, anunciou que ele também permanecerá isolado porque teve contato com o chefe de Estado, embora “não apresente nenhum sintoma”. O chefe de Governo também fez um teste de diagnóstico e o resultado será conhecido nas próximas horas.

Macron é o mais recente caso de governante a contrair a Covid-19, uma lista que inclui o presidente americano Donald Trump, o brasileiro Jair Bolsonaro e o primeiro-ministro britânico Boris Johnson.

A França decidiu manter importantes restrições de movimento porque os números de contágios continuam elevados e podem piorar devido às celebrações de Natal e Ano Novo. Na quarta-feira, por exemplo, o país registrou mais de 17.000 novos casos.

No momento, um toque de recolher está em vigor na França das 20h00 às 6h00. Restaurantes, bares, cinemas, museus e outros centros de lazer estão fechados desde o fim de outubro.

O país registra um balanço de quase 60.000 mortos por coronavírus até o momento.

(Com AFP)

Continua após a publicidade

You may have missed

8 min read
2 min read
5 min read
5 min read