• Dom. Nov 29th, 2020

Reator britânico compacto produz plasma pela primeira vez

Lentamente, os progressos feitos nos dois lados do Atlântico na busca pela energia obtida via fusão nuclear surgem: depois do SPACR, do americano Massachusets Institute of Technology, as boas novas vêm da UK Atomic Energy Authority (UKAEA) e seu Mega Amp Spherical Tokamak (MAST). O reator conseguir, pela primeira vez, atingir seu “primeiro plasma”, quando todos os componentes essenciais funcionam simultaneamente, produzindo uma nuvem de gás ionizante.

Tokamak é uma transliteração da expressão russa que significa “câmara toroidal com bobinas magnéticas” – uma câmara em forma de rosca dentro da qual ocorre a reação de fusão. A nuvem de plasma formada é mais quente que o Sol, e por isso ela precisa ser confinada por forças magnéticas, geradas por gigantescas bobinas eletromagnéticas resfriadas por hélio líquido.

Leia mais…

CURSO HOTMART
ENVIAR