Reino Unido registra pela 1ª vez 60 mil casos de covid-19 em 24 horas

Desde o início da crise, Reino Unido registrou 82.624 vítimas de covid-19

Desde o início da crise, Reino Unido registrou 82.624 vítimas de covid-19
EFE/EPA/NEIL HALL

O Reino Unido registrou, nesta terça-feira (5), 60.916 novos casos de covid-19, o maior número de infecções diárias no país desde o início da pandemia, de acordo com dados oficiais divulgados pelo Ministério da Saúde britânico.

Além disso, a pasta também informou que entre ontem e hoje foram registradas 830 mortes por covid-19.

Esses números são divulgados no mesmo dia em que a Inglaterra passou por novo confinamento total – o terceiro -, com escolas fechadas e rigorosas restrições que proíbem as pessoas de saírem de casa, a menos que por uma série limitada de razões, como a compra de produtos essenciais ou para a prática de exercícios.

Desde o início da crise, foram registradas 82.624 vítimas relacionadas à doença em todo o país e a disseminação do vírus se acelerou notadamente nas últimas semanas devido ao surgimento de uma nova cepa, muito mais transmissível.

O aumento do número de pessoas infectadas continua, como revelou hoje o ministro de Gabinete, Michael Gove, em declarações aos meios de comunicação locais, onde afirmou que é muito provável que os controles em vigor para conter a pandemia continuem a ser aplicados em março.

O Reino Unido, que foi o primemiro país a inciar a imunização da população, intensificou seu programa nacional nesta semana, com a introdução ontem de uma segunda vacina, a desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca, que se junta à da Pfizer/BioNTech.

You may have missed

3 min read
2 min read
4 min read
2 min read