Relembre os  atentados que aconteceram ao longo de 2020

Apesar de 2020 ter registrado uma queda no número de ataques terroristas, o ano foi marcado por atentados com motivação política. Em janeiro, Irã e Estados Unidos assustaram o mundo com uma série de bombardeios após o assassinato do general iraniano Qasem Soleimani, e a escalada de tensão por pouco não gerou uma nova guerra na região

O Irã prometeu vingança depois da morte do general e chegou a bombardear bases americanas no Iraque. Apesar de ter havido mortes nos ataques, soldados americanos ficaram feridos ou com sequelas

Depois de duas semanas de escaladas de tensão, o Irã e os EUA começaram a recuar, até que os ataques acabaram. Apesar do fim dos bombardeios, os dois países ainda trocaram acusações e fizeram críticas publicamente um ao outro 

Em fevereiro, um supremacista atacou bares na cidade de Hanau, na Alemanha, e matou 9 pessoas. Segundo autoridades, o ataque teve  motivações xenofóbicas e de extrema-direita

Segundo investigações, o homem tinha um site que reproduzia discursos de ódio, xenofóbicos e de inspiração extremista. Depois do ataque, ele foi encontrado morto com a mãe na casa em que vivia

Em outubro, um professor de história foi decapitado na França depois de mostrar uma charge do profeta Maomé para alunos. Depois do assassinato, Samuel Paty recebeu a maior honraria do país

Segundo investigações da Procuradoria Nacional Antiterrorismo da França, dois menores estavam envolvidos no crime e 5 pessoas foram presas

No final do mesmo mês, a França foi palco de um ataque brutal. Um homem matou três pessoas na basílica de Notre-Dame em Nice. Entre as vítimas estava uma brasileira e uma pessoa foi decapitada

Segundo relatos, o homem teria gritado “Allahu Akbar” antes do ataque. A frase é comumente usada por extremistas islâmicos antes de ataques. O suspeito foi preso pela polícia instantes após o atentado e um cúmplice foi preso dias depois

No mesmo dia do atentado de Nice, outros pequenos atentados aconteceram. Em Avignon, um homem de origem afegã foi detido com uma faca de 30 centímetros, enquanto tentava entrar em um bonde e um segurança do consulado francês na Arábia Saudita ficou ferido após ser atacado com um objeto pontiagudo

Viena também teve o primeiro ataque terrorista em 40 anos. Em novembro, na última noite antes de um novo lockdown, vários supostos terroristas começaram a atirar contra pessoas sentadas nos terraços e dentro de bares e restaurantes. Pelo menos 15 pessoas ficaram feridas e duas morreram, incluindo um dos terroristas

Um dos acusados pelo atentado em Viena era um jovem de 20 anos apoiador do Estado Islâmico, com histórico criminal e que havia sido preso em 2019. As autoridades sabiam da simpatia do rapaz pelos ideais jihadistas

You may have missed

2 min read
8 min read
2 min read
5 min read