Três policiais são mortos a tiros e um fica ferido no centro da França

Polícia tentava salvar vítima de violência doméstica

Polícia tentava salvar vítima de violência doméstica
Richard Brunel – EFE/EPA/SHUTTERSTOCK

Três policiais franceses foram mortos a tiros e um quarto policial ficou ferido após um homem abrir fogo quando eles chegavam a uma casa em um vilarejo próximo à cidade de Saint-Just., no departamento de Puy-de-Dôme.

O atirador foi encontrado morto pouco depois dentro de um automóvel.

O prefeito de Saint-Just, François Chautard, disse que a polícia foi chamada para apurar um caso de violência doméstica no local, a cerca de 500 quilômetros a sudeste de Paris.

Quando os agentes chegaram, um homem de 48 anos começou a atirar e incendiou a casa, segundo a mídia francesa.

O atirador, que era conhecido das forças da lei por não pagar pensão alimentícia, foi encontrado morto em seu carro mais tarde.

Não ficou claro de imediato como ele morreu, nem onde o carro foi localizado. A polícia havia dito que o homem estava armado e que estava tentando localizá-lo. 

A mulher, que seria vítima de violência doméstica, refugiou-se no telhado da casa e foi posteriormente resgatada pela polícia.

O presidente francês, Emmanuel Macron, ofereceu condolências às famílias dos policiais mortos.

“Para nos proteger, nossas forças agem colocando a vida em risco. Eles são nossos heróis”, tuitou Macron.

You may have missed

3 min read
2 min read
4 min read
2 min read